segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

MAIS TEM O SENHOR QUE TE DAR DO QUE ISSO 2 Cr 25:9

Introdução:

• O rei Amazias pagou ao exército de Israel (100 mil soldados, 2 Cr 25:6) – 100 talentos de prata.......Uma verdadeira fortuna para aquela época
• Quando Deus proibe o rei Amazias de sair a guerra contra os edonitas, com aqueles 100 mil valentes de Israel – Amazias, preocupado com todo o dinheiro gasto, perguntou ao profeta: - E, os cem talentos de prata que eu dei para as tropas de Israel... Responde-lhe o homem de Deus: -Mais tem o Senhor que te dar do que isso.
• Esta palavra profética aplica-se em nossas vidas em toda e qualquer situação: MAIS TEM O SENHOR QUE TE DAR DO QUE ISSO.


1. ESTA PALAVRA APLICA-SE AO DIZIMISTA E OFERTANTE

A) Ninguém ganha de Deus na graça de dar:

- Pv 3:9 Honra ao Senhor com a tua fazenda e com as primícias da tua renda.
- Pv 3:10 E se encherão os teus celeiros abundantemente, e transbordarão de mosto os teus lagares.

- Ml 3:10 Trazei todos os dízimos ‘a Casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se Eu vos não abrir as janelas do Céu e não derramar sobre vós uma benção tal, que dela vos advenha maior abastança. (v.11) E por causa de vós, repreenderei o devorador para que não vos consuma o fruto da terra, e a vide no campo não vos será estéril, diz o Senhor dos Exércitos. (v.12) E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos.

-Lc 6:38 Dai e ser-vos-á dado, boa medida, recalcada e sacudida...


-Efesios 3:20 – Ora aquele que é poderoso para fazer:
tudo, muito, mais, abundantemente, além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.

B) Tudo que dermos pra Deus e sua Obra – MAIS TEM O SENHOR QUE TE DAR DO QUE ISSO


- Atos 20:35 - Tenho-vos mostrado em tudo, que trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.


2. ESTA PALAVRA APLICA-SE AQUELE QUE SE ENCONTRA ENFERMO

-Atos 3:1-10
A) Aquele homem esperava sempre algumas moedinhas para sua sobrevivencia....Mas, depois de um dia esmolando, o carregavam de volta para casa (aleijado...)

B) Mas – um dia Pedro e João vão ao Templo...

C) Atos 3:4-10 - Mais tem o Senhor que te dar do que isso – a esmola, que pedes... Em nome de Jesus, o nazareno, levanta-te e anda!
MAIS TEM O SENHOR QUE TE DAR DO QUE ISSO


3. ESTA PALAVRA APLICA-SE AQUELE QUE É CHAMADO POR DEUS PARA O SANTO MINISTÉRIO

• Abraão deixou tudo para obedecer ao Senhor – Gn 12
• Moisés rejeitou a vida de principe do Egito
• Eliseu deixou as juntas de bois e o arado
• Isaías deixou o conforto da corte do rei Uzias
• Os apóstolos deixaram cada um seu conforto, seus ideais profissionais, etc... Finalmente, cada morre por Jesus ao seguirem pela senda do Evangelho
• 25 anos atras – estava eu já com 6 anos na Força Aérea Brasileira seguindo carreira – quando o chamado divino impactou-me. Meu pastor José Pimentel de Carvalho perguntou-me: - Quanto voce ganha na vida militar... Ao responder-lhe o que percebia da FAB, ele disse-me: - Voce sabe, que a Igreja não pode te dar isso... Mas, se voce tem fé que Deus cuidará de voce e de tua familia, Ele suprirá todas as tuas necessidades. Lembro-me que ao termino do primeiro mes na Obra do Senhor (final de setembro de 1985), o tesoureiro entregou-me a quantia de cr$ 300 (cruzeiros) – 10% do valor que ganhava como militar.
A despeito das dificuldades, apertos, incompreeenções, perseguições, lágrimas, calúnias - em tudo tenho visto a Mão do Senhor a nos cuidar - e sua constante e amorosa voz a dizer:
MAIS TEM O SENHOR QUE TE DAR DO QUE ISSO!

Pastor Marcos Antonio
Mensagem pregada na Assembly of God
Plant City, Florida, USA
Em 25 de janeiro de 2009

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

OS TRES PRINCÍPIOS QUE REGEM NOSSA COMUNHÃO COM DEUS - 1 Jo 1:3

A vida de comunhão com Deus é muito mais do que momentos esporádicos de devoção e louvor, é muito mais que frequencia a cultos. Comunhão com Deus se define por estreito relacionamento com Deus. Por conseguinte, vale dizer que é impossível usufruir da comunhão com Deus, alienado de Sua presença e conhecimento.
A Escritura nos aconselha: Conheçamos ao Senhor e prossigamos em conhece-lo (Os 6:3).

1. O PRINCÍPIO DA RECIPROCIDADE

1.1 Reciprocidade de vontades – Na plena comunhão com Deus, a nossa vontade submete-se a Vontade dEle. Não pode haver comunhão com Deus, sem submissão a Ele.(Sl 37:5)(At 9:6)(Lc 22:42)

1.2 Reciprocidade de companhias - Sabemos que quanto mais nos aproximamos de Deus, mais Ele se aproximará de nós. “Chegai-vos a Deus e Ele se chegará a vós (Tg 4:6)” Em tempo algum Deus terá comunhão com alguém que não quer sua companhia, Andarão dois juntos se não estiverem de acordo ...(Am 3:3)

1.3 Reciprocidade de corações – Este é o ponto que assinala o clímax da verdadeira comunhão com Deus, quando alcançados e envolvidos pelo seu amor (Jr 31:3) (Jo 13:1) (Rm 5:5), manifestamos a Ele o nosso sincero amor, dizendo como a Sulamita, amada do rei Salomão: Eu sou do meu amado e o meu amado é meu (Ct 6:3). Lembrando sempre com alegria que nós o amamos, porque Ele nos amou primeiro (1 Jo 4:19).

2. O PRINCÍPIO DA PROGRESSIVIDADE

2.1 Progressividade na Comunhão fala de crescimento no conhecimento de Deus

A mulher samaritana dá-nos uma belissíma lição a respeito em João 4. Vemos ali passo a passo o conhecimento a respeito do Senhor ser crescente, progressivo: Ela conhece Jesus como um simples judeu (Jo 4:9); em seguida, como Senhor (Jo 4:11), depois, como a Fonte da água viva (Jo 4:15), como profeta (Jo 4:19, e finalmente como o Cristo (Jo 4:29).


2.2 Progressividade na Comunhão com Deus é como o romper da aurora até ser dia perfeito

A carreira cristã é bem definida pelo texto de Proverbios 4:18, que diz: Mas a vereda dos justos, é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. Isto implica em crescimento e progresso espiritual. Quanto mais nos aproximamos do Senhor, mais luz teremos em nosso caminho. Oseias 6:3, nos declara que o crescente conhecimento de Deus trará como benção, dias esplendorosos pra nós: Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor, como a alva será a sua saída...

2.3 Progressividade na Comunhão com Deus fala de maturidade espiritual

Quantos que a despeito dos muitos anos de fé, ainda não experimentaram a veradeira e profunda comunhão com Deus, porque são como anões espirituais, que não se desenvolvem.
Sabemos que o crescimento deve ser sadio e coerente (2 Pe 3:18), para que cheguemos a maturidade espiritual tão desejada (Ef 4:13-16)


3. O PRINCÍPIO DA PROFUNDIDADE

3.1 Profundidade na Comunhão com Deus fala de vida espiritual com raízes profundas

Paulo ao referir-se a esta maravilhosa verdade, desejava que os crentes de Colossos, tivessem profundas raízes em Cristo (Cl 2:7).
Somente podermos dar frutos para cima, se estivermos enraizados em Deus, como declara Isaías 37:31 “...tornará a lançar para baixo e dará fruto para cima.”.
Assim sendo, plantados em Cristo, a Fonte das águas vivas, seremos como José: ...ramo frutífero junto a fonte, seus ramos correm sobre o muro.” (Gn 49:22).
Que sejamos como a palmeira, cujas raízes penetram o profundo da terra; e quando chega a tempestade, está firme (Sl 92:12).

3.2 Profundidade na Comunhão com Deus é como cavar um poço

Certa vez quando menino, vi um homem cavar um poço, tres coisas pude observar: Primeira: Para se cavar um poço, se cava de joelhos. Segunda: O que cava, depende em tudo daquele que fica encima. Terceira: Cava-se até achar água.
O exercício da Comunhão também é assim: Não podemos ter comunhão, sem estarmos de joelhos aos pés do Senhor (1 Ts 5:17) (Ef 6:18). Nunca esqueçamos que sempre dependemos daquele que está encima (Tg 1:17) (Jo 15:5) e que devemos perseverar até encontrarmos a água viva (Is 12:3).

3.3 Profundidade na comunhão com Deus é como um profundo mergulho

Paulo pode usufruir da experiencia de mergulhar no mar da graça e da glória de Deus, e ao constatar sua profundidade, exclamou: Ó profundidade das riquezas (Rm 11:33).
Por isso pode conhecer as insondáveis riquezas de Cristo (Ef 3:8¬)¬
Paulo sabia que somente mergulhar em Deus, graças a ajuda gloriosa do querido Espírito Santo (1 Co 2:9,10). Portanto, permitamos a cada dia que o bendito Consolador nos leve as águas profundas da Comunhão com Deus.

Pastor Marcos Antonio

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

AVIVAMENTO PELO ENSINO DA PALAVRA DE DEUS

AVIVAMENTO PELO ENSINO DA PALAVRA DE DEUS

Texto base: Ne 8:1-18

PONTOS INTRODUTÓRIOS:

1º) Todos os avivamentos através da Bíblia e da História da Igreja, ocorreram pela Palavra de Deus.

2º) Entendamos que sem a Palavra de Deus não há Avivamento espiritual – Ez 37:4; Rm 10:17; Hb 4:12,13; Jo 21:9

3º) Se falharmos na missão de ensinar a Palavra de
Deus (Mt 28:20; Rm 12:7), além de não desfrutarmos do pleno Avivamento, também veremos o triunfar dos modismos teológicos e heresias no seio de nossas igrejas.


Verdades do texto bíblico:

I. A Palavra de Deus promove unidade
Ne 8:1 “E chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem....”


II. Pregadores e ensinadores, saibam que o povo quer o Livro
Ne 8:1 “...e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o Livro da Lei de Moisés, que o Senhor ordenara a Israel.”

a) Enganam-se aqueles que pensam que o povo deseja outra coisa; o povo quer a Palavra.
b) Ensinador ou pregador, que estais trazendo para o povo ?

III. ESPERA-SE QUE O ENSINADOR CRISTÃO, ENSINE

Ne 8:2-3 “E, Esdras, o sacerdote, trouxe a Lei perante a congregação, assim de homens e de todos os entendidos para ouvirem, no primeiro dia do sétimo mês. E leu nela, diante da Praça das Águas, desde a alva até ao meio-dia, perante homens e mulheres, e entendidos; e os ouvidos de todo o povo estavam atentos ao Livro da Lei.”

Ne 8:8 “E leram o Livro, na Lei de Deus, e declarando eexplicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse.”


IV. NUNCA USE O LOCAL DESTINADO PARA O ENSINO BÍBLICO PARA OUTRO PROPÓSITO

Ne 8:4 “E Esdras, o escriba, estava sobre um púlpito de madeira, que FIZERAM PARA AQUELE FIM...”


V. O ENSINADOR CRISTÃO EFICAZ NÃO TRABALHA SOZINHO
Ne 8:4 “...e estavam em pé junto a ele, à sua mão direita, Matitias, e Sema, e Anaías, e Urias, e Hilquias, e Maaséias; e à sua mão esquerda, Pedaías, e Misael, e Malquias, e Hasum, e Hasbadana, e Zacarias, e Mesulão.”



VI. O VERDADEIRO ENSINO BÍBLICO PRODUZ REVERÊNCIA
Ne 8:5 “E Esdras abriu o Livro perante os olhos do povo, porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, TODO POVO SE PÔS EM PÉ.”


VII. É IMPOSSÍVEL HAVER VERDADEIRA ADORAÇÃO SEM O ENSINO DA PALAVRA DE DEUS
Ne 8:6 “E Esdras louvou o Senhor, o grande Deus, e todo povo respondeu: Amém! Amém!-, levantando as mãos, e inclinaram-se e adoraram com o rosto em terra.


VIII. O ENSINO BÍBLICO COLOCA CADA UM NO LUGAR QUE DEUS DESEJA
Ne 8:7 “...e os levitas ensinavam ao povo na Lei, E O POVO ESTAVA NO SEU POSTO.”


IX. RESULTADOS MARAVILHOSOS DO ENSINO BÍBLICO

Ne 8:9-12
1. Quebrantamento real diante de Deus – v.9
2. Vidas alimentadas – v.10
3. A presente alegria do Senhor nos corações – v.10
4. Um sentimento de compaixão e partilha – vs. 10,12


X. O ENSINO BÍBLICO SOMENTE ALCANÇARÁ ÊXITO, SE FOR CONSTANTE
Ne 8:13 “E no dia seguinte, ajuntaram-se os cabeças dos pais de todo o povo, os sacerdotes e os levitas, a Esdras, o escriba, e isso para atentarem nas palavras da Lei.”

Ne 8:18 “E, de dia em dia, ele lia o Livrda Lei de Deus, desde o primeiro dia até o derradeiro...”

Pastor Marcos Antonio

sábado, 10 de janeiro de 2009

AS DEZ PRAGAS E SUAS LIÇÕES - Nm 33:4

As conhecidas dez pragas que o Senhor derramou sobre o Egito, não tinha apenas o propósito de punir Faraó e seu povo, mas, sobretudo publicar em alto e bom som - Que Ele Jeová, é o único Deus Verdadeiro. Números 33:4, nos declara: ...E HAVENDO O SENHOR EXECUTADO OS SEUS JUÍZOS nos seus deuses.
Obeservemos que em cada praga - Vemos o julgamento do Senhor sobre os deuses falsos do Egito:

1a. praga – Águas tornam-se em sangue
– Segundo a crença do egipcios - ISIS E OSIRES eram os deuses que protegiam as águas do Nilo

2a. praga – a das Rãs
– ÁTOR, um deus que tinha cara de sapo.

3a. praga – Piolhos
– SEBE, os egipcios criam que este deus era o deus da terra. Que tinha o poder de abençoar o solo egipicio.

4a. praga – Moscas
– ESCARABIANO era um deus egipcio que tinha a forma de umagrande mosca.

5a. praga – Peste nos animais
– ÁPIS o deus egipcio que tinha forma de boi.

6a. praga – Úlceras no povo
– TIFON, este deus era tido para o povo egipcio por muitas era, como o deus da saúde.

7a. praga – Chuva de saraiva e fogo
– SHOR, esta deusa era venerada como a deusa da atmosfera, com poderes de abençoar os ares do Egito.

8a. praga – Nuvem de gafanhotos
– SARAPIA, adorado como o deus da agricultura, que segundo eles protegia a lavoura egipcia.

9o. praga – Trevas
-RA, desde priscas eras, venerado como o deus sol.

10o. praga – Morte do primogênitos – declara a impotência de Faraó (tido também em todas as dinastias dos Faraós, como deus no Egito).

Pr. Marcos Antonio

CANTICOS QUE CANTAREMOS NO CÉU

1. O cantico da Vitoria – 1 Co 15:55-57
2. O cantico da Criacao – Ap 4:10,11
3. O cantico da Redencao – Ap 5:8,9
4. O cantico de Moises – Ap 15:3 Ex 15
5. O cantico do Cordeiro – Ap 15:3
6. O cantico das Bodas do Cordeiro – Ap 19:7

Pr. Marcos Antonio

CONHEÇA A NOVA JERUSALÉM POR DENTRO

1. Conheça sua origem eterna – Ap 3:12, 21:2,10 Jo 14:1-3 Gl 4:26 Hb 9:11 11:10-16, 12:22, 13:14
2. Conheça como foi preparada – Jo 14:1-3, Ap 21:2, Hb 11:10-16
3. Conheça sua eterna localização – Ap 3:12 Gl 4:26
4. Conheça como é seu resplendor – Ap 21:11-25
5. Conheça seu muro, suas portas e seus fundamentos – Ap 21:12-14, Hb 11:10-16
6. Conheça suas medidas – Ap 21:15-17
7. Conheça o material com o qual foi construida – Ap 21:10-21
8. Conheça suas ruas e avenidas – Ap 21:21
9. Conheça seus edifícios – Ap 21:12, 7:15, 11:19, 14:15,17, 15:1-8
16:1,17 Jo 14:1-3
10. Conheça seu sistema de Luz – Ap 21:23,25 22:5
11. Conheça seu sistema de Água – Ap 7:17 14:7 22:1
12. Conheça seus habitantes – Ap 3:12 12:12 13:6 22:3,4
13.Conheça sua comida – Ap 2:7

Pr.Marcos Antonio

“PREPARA A MOBÍLIA PARA MUDARES DE PAÍS” - Ez 12:3

Condições para mudar de país:

1. Ter desejo de mudar - Fp 1:23
2. Ter o bilhete de passagem - Ef 4:30
3. Ter a Visa no passaporte - Ap 22:14
4. Ter o meio de transporte - Rm 8:9

Pr. Marcos Antonio

“OS GRANDES AINDAS DA BÍBLIA”

1. O Ainda da Fé - Hc 3:17,18

2. O Ainda da Presença de Deus - Sl 23:4

3. O Ainda da Vitória - Sl 27:3

4. O Ainda do Louvor – Sl 42:5

5. O Ainda da Restauração – Sl 37:24

Pr. Marcos Antonio

MARANATA

Se alguém não ama ao Senhor Jesus Cristo, seja anátema; Maranata!
1 Corintios 16:22

Introdução:
Maranata é uma palavra aramaica que significa: O Senhor vem ou o Senhor está vindo!
Nos tempos apóstolicos, era comum os irmãos se saudarem mutuamente dizendo: Maranata.
Ao mesmo tempo que afetivamente celebravam a comunhão em Cristo, um avisava ao outro do pronto retorno do Senhor.
Vejamos quatro importantes lições que aprendemos com esta profética palavra:

1. MARANATA PROCLAMA A URGENCIA DA VINDA DO SENHOR
- Hb 10:37
- Ap 3:11
- Ap 22:20

2. MARANATA REVELA A NATUREZA DA VINDA DO SENHOR
- Jesus virá pessoalmente - 1 Ts 4:16
- Jesus virá repentinamente - 1 Ts 5:1,2
- Jesus virá brevemente - Ap 3:11

3. MARANATA FALA DA ESPERANÇA PELA VINDA DO SENHOR
- Esperança Viva - 1 Pe 1:3
- Esperança Consoladora - Rm 15:13
- Esperança Alegre - Rm 12:12

4. MARANATA ASSINALA SEPARAÇÃO PELA VINDA DO SENHOR
- Note que Paulo em 1 Co 16:22 declara: Se alguém não ama ao Senhor Jesus Cristo, seja anátema (maldito), Maranata!
- Dois grupos diante da vinda do Senhor: Os que amam ao Senhor(que subirão), e os que não amam ao Senhor (que ficarão)
- Sabemos que haverá separação no dia da Vinda do Senhor - Lc 17:34-36

domingo, 4 de janeiro de 2009

TRES BENÇÃOS INDISPENSÁVEIS PARA O ANO NOVO

TRES BENÇÃOS INDISPENSÁVEIS PARA O ANO NOVO

E, chegaram a aldeia para onde iam, e Ele fez como quem ia para mais longe. E eles o constrangeram, dizendo: - Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles. E aconteceu que, estando com eles a mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o e lho deu. Abriram-se-lhes, então, os olhos, e o conheceram, e Ele desapareceu-lhes. (Lucas 24:28-31)

1. Primeira Benção - A PRESENÇA DO SENHOR
a. Sua presença é insubstituível - Fica conosco... - v.29
b. Sua presença é protetora - ... porque já é tarde, e já declinou o dia - v.29

2. Segunda Benção - A BENÇÃO EM NOSSO PÃO
a. O Pão nosso de cada dia vem de Suas Mãos - ...tomando o pão - v.30
b. E Sua Benção Ele tem colocado em nosso pão - ...o abençoou. - v.30

3. Terceira Benção - A REVELAÇÃO DO CRISTO VIVO
a. Nossos olhos serão abertos - ...abriram-se os olhos... - v.31
b. Nosso entendimento será renovado - ...e o conheceram... - v.31

Minha oração é que neste de 2009, estas tres Bençãos extraordinárias estejam presentes em tua vida.

Pastor Marcos Antonio da Silva